“X-Men – Dias de um Futuro Esquecido” é um dos melhores filmes baseados em HQs do cinema

X-Men Dias de um Futuro Esquecido (X-Men: Days of Future Past, 2014) de Bryan Singer

O filme: com a raça mutante prestes a ser extinta, Wolverine (Hugh Jackman) é enviado ao passado, rumo aos anos 1970, para se juntar ao Professor Xavier (James McAvoy) e Magneto/Eric (Michael Fassbender) para que juntos impeçam que Bolivar Trask (Peter Dinklage), crie a grande máquina responsável pelo extermínio dos mutantes: os Sentinelas.

Porque assistir: baseado na história em quadrinhos Days of Future Past, publicada em 1981, introduzindo a ideia de um futuro alternativo para os mutantes da Marvel. Depois do incrível http://clubecinema.com.br/levitra-e-hipertension-arterial/, o novo “Dias de um Futuro Esquecido” une as equipes do passado e presente, a fim de construir um novo futuro para os mutantes.

No elenco uma constelação de carisma e atitude. Hugh Jackman (Os Suspeitos, 2014), Michael Fassbender (indicado ao Oscar de coadjuvante por 12 Anos de Escravidão), James McAvoy (Em Transe, 2013), Jennifer Lawrence (vencedora do Oscar de melhor atriz por O Lado Bom da Vida), Halle Berry, Patrick Stewart, Anna Paquin, Ellen Page (indicada ao Oscar de melhor atriz por Juno, 2007), Nicholas Hout e Shwan Ashmore.

Entre os novatos, há Omar Sy (do francês Intocáveis, 2011) como o mutante Bispo, e Peter Dinklage, o pequeno grande ator vencedor do Globo de Ouro de coadjuvante pela série de TV Game of Thrones (2011~), como o cientista/empresário responsável pela criação dos Sentinelas.

E quem está de volta à franquia é o diretor Bryan Singer. Autor de Os Suspeitos (1995), O Aprendiz (1998), Superman – O Retorno (2006), Operação Valquíria (2008) e Jack – O Caçador de Gigantes (2013), o cineasta já havia assinado o primeiro X-Men (2000) e sua continuação imediata, X-Men 2 (2003), ambos de muito êxito comercial e de crítica.

Pontos fracos: talvez o grande número de personagens – principalmente no “presente” – deixe os mesmos sem espaço para aparecer com mais qualidade. O sumiço de Vampira da trama também é sentido, mas devolvido com uma versão especial (Edição Vampira).

Melhores momentos: claro que é a sequência em que Mercúrio detona a cozinha e liberta Magneto; entre oustros destaques o embate final no estádio de baseball, e a indignação constante de Wolverine, já característico de sua persona.

O filme trabalha muito bem com sua distância temporal, e a edição é um primor. Sua representação em idas e vindas no tempo é perfeita, ao apresentar cortes com cada vez menos intervalos de tempo a medida em que a história avança no seu tenso final.

Na prateleira da sua casa: o filme está disponível em filme Digital, Blu-ray 3D, Blu-ray 2D e DVD.

O Blu-ray traz quase uma hora de conteúdo inédito e especial, com o making-of sobre a realização desta aventura épica. Desde a história de pano de fundo e a criação do edifício do programa Sentinelas, aos “melhores” momentos mutantes do elenco, o Blu-ray é um item de colecionador para qualquer verdadeiro fã e novos admiradores da franquia.

E os extras são bem especiais, com cenas deletadas (com opção de comentário do diretor Bryan Singer); os especiais “Seqüência da Cozinha”; Tomada dupla: Xavier & Magneto; X-Men: Reunidos”; “Classificação: M”; Sentinelas: para um futuro seguro; Erros de gravação; Galeria – As Indústrias Trask; Trailers; Espiadinha em “Êxodo: Deuses e Reis”.

Termo vetor - segunda versão - DEITADA - 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *