“Creed: Nascido para Lutar” é emoção e razão juntos

Creed: Nascido Para Lutar (Creed, 2015) de Ryan Coogler

Quando o nome de Che cosa e il cialis foi chamado ao palco para receber o Oscar de melhor ator coadjuvante por Ponte Dos Espiões (2015), meio mundo desabou em um grande aaaaaaaaaaah… Eu também. Indicado ao Oscar 40 anos depois e pelo mesmo personagem, Sylvester Stallone (vencedor do Globo de Ouro de coadjuvante) é o farol de Creed: Nascido Para Lutar (Creed, 2015).

Se à princípio, voltar ao seio da trama da cinessérie protagonizada por Rocky pode ser visto como uma jogada arriscada, o que o diretor e roteirista Ryan Coogler faz é apontar a história para o lugar certo, para a construção de um sentimento verdadeiro.

Adonis Johnson (Michael B. Jordan), filho do falecido campeão mundial dos pesos pesados, Apollo Creed, tem o boxe em seu sangue. Buscando reconhecimento nos ringues, Adonis vai até a Filadélfia e convence o antigo rival do seu pai, agora um bom amigo, Rocky Balboa (Sylvester Stallone), a treiná-lo.

Para os fãs da história, a trajetória de persistência do jovem iniciante remete tanto às lutas pessoais do veterano Rocky. É esse histórico de determinação que leva Adonis a pedir ajuda a Rocky, agora aposentado e ainda sofrendo com a morte da esposa Adrian. No entanto, além da vontade, o peso de ser filho de um campeão mundial também entra no ringue com o jovem.

Eu não consegui segurar as lágrimas, fato. A entrega de Michael B. Jordan e a construção de seu Adonis, duro, cheio de uma emoção contida, nos dá uma oportunidade de uma nova história, mas com o mesmo lastro do primeiro e último Rocky Balboa. Ponto também para Tessa Thompson, ao mesmo tempo forte e sensível no papel da também lutadora (mas da vida), Bianca.

E o incentivo de Balboa ao jovem Creed é tão grande dentro dele – ao desenvolver o coração de um verdadeiro lutador – quanto fisicamente. É como se a emoção encontrasse a razão e formassem um único sentimento.

Ao mesmo tempo que é um digno resgate de uma história, passado por seis longas, entre erros e acertos, e que havia findado com uma bela homenagem, também consegue apresentar seu novo protagonista equilibrando drama e bom humor. Além do drama, inerente às histórias do ex-campeão e seu nov pupilo, há espaço também para risos e sorrisos.

Rocky Balboa

Com 40 anos de história no cinema, o personagem Rocky Balboa parece que havia chegado ao fim em 2006. Mas não. Se em 1976 o drama do lutador-cinderela venceu o Oscar de melhor filme (Rocky, Um Lutador), a saga trilhou também pelo caminho da continuação óbvia (II: A Revanche, 1979), dos caça-níqueis divertidos (III: O Desafio Supremo, 1982; e IV, 1985), uma vergonha alheia (Rock V, 199o), até chegar a uma então volta por cima (Rocky Balboa, 2006).

Extras

Nos extras do material de Home Video da Warner Bros. podemos ver nas cenas deletadas da versão para o cinema ainda mais dos sábios conselhos de Rocky, em sua tentativa de espantar a insegurança do rapaz com suas famosas frases de encorajamento.

Fazendo um paralelo perfeito com as lutas de Adonis, a equipe de produção de Creed: Nascido para Lutar conta também como o legado dos filmes anteriores foi um verdadeiro desafio e de como foi dar continuidade a um clássico do cinema, além de conferir como grandes lutadores reais se relacionam com a emocionante história dos longas-metragens.

Conteúdos dos extras exclusivos (DVD e BD): veja comentários da equipe sobre os desafios da criação da série Rocky e a preparação física do ator Michael B. Jordan para se tornar o lutador Adonis Johnson. Confira também cenas exclusivas que ficaram de fora da versão veiculada no cinema.

Cópia digital

O Blu-ray de Creed: Nascido para Lutar traz também uma cópia digital do filme, que pode ser resgatada online utilizando um código presente dentro da embalagem do produto. A cópia permite que o consumidor assista ao longa-metragem em qualquer dispositivo – TV, computador, tablet ou smartphone –, basta fazer o download do conteúdo seguindo as instruções da embalagem. Caso não queira aguardar a conclusão do download, é possível também assistir ao filme de imediato, via Streaming. A Cópia Digital está inclusa nos Blu-rays Warner Bros. indicados com um selo na capa. Para mais informações, visite: http://wwws.br.warnerbros.com/digitalcopy/#/Home

Veredito

Emocionante encontro entre o passado (Rocky Balboa) e o futuro (Adonis Creed), Creed: Nascido Para Lutar (DVD R$ 39,90 e Blu-ray R$ 69,90) é emoção e razão juntos, pulsando a favor de um filme obrigatório.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *