Última aventura de Wolverine, “Logan” é lançado em edição Noir, DVD e Blu-ray

A 20th Century Fox Home Entertainment lança a jornada final do Wolverine de Hugh Jackman, 17 anos após sua primeira aparição como o personagem nos cinemas. Logan, sucesso de crítica e bilheteria, chega ao Brasil em Steelbook (edição com embalagem especial importada + Blu-ray | R$ 99,90), Blu-ray (R$ 69,90) e DVD (R$ 39,90). O longa também já está disponível, para compra e aluguel, em diversas plataformas digitais (Digital HD).

Além da edição colorida, exibida nos cinemas, o lançamento conta com uma inédita versão em preto e branco, chamada Logan Noir, que captura a amargura e exaustão do velho Logan, e apresenta um novo olhar sobre a dramática e sangrenta história que encerra sua trajetória. Esta versão, Logan Noir, vem como um bônus no Steelbook e no Blu-ray, mas não está presente no DVD.

Passado em um futuro próximo, quando Logan está cansado de tudo e convive com o Professor Xavier, debilitado por conta da idade avançada e incapaz de controlar todo seu poder, além de Caliban. Refugiados em um esconderijo próximo à fronteira entre o México e os Estados Unidos, Logan vê sua tentativa de se isolar do mundo e de seu legado ir por água abaixo quando uma jovem mutante, perseguida por uma organização criminosa, aparece em sua vida e Xavier insiste para que ele a ajude.

O filme permite aos fãs do personagem finalmente verem a libertação total da sua fúria, trazida à tela por James Mangold, que já havia dirigido Jackman em Wolverine: Imortal. Estrelado por Sir Patrick Stewart (X-Men: Dias de um Futuro Esquecido) como Professor Xavier, Stephen Merchant (The Office) no papel de Caliban, Boyd Holbrook (Narcos) na pele do vilão Pierce, a produção ainda conta com a estreia de Dafne Keen no universo cinematográfico, que dá vida a Laura, parceira de Jackman neste capítulo final do icônico personagem.

Além das duas versões (cinema e Noir), os fãs também poderão conferir aproximadamente 90 minutos de conteúdos extras, incluindo: visão do diretor, cenas deletadas (com opção de comentários do diretor) e making of.

Opinião do editor

Longe das fantasias de super-heróis, Logan muda de tom de forma drástica, abraçando uma visão mais realista da aventura, inspirada em road movies e em westerns (principalmente Os Brutos Também Amam). Última jornada de Hugh Jackman na pele do mutante, o filme é um drama pungente sobre um homem que perdeu tudo, e desistiu da esperança. O resultado é um filme brutal. Arrepiante até. Para ter na prateleira, ver e rever, Logan é uma viagem emocional trágica e visceral rumo ao perdão e à redenção. O desfecho de uma era acabada de uma forma ao mesmo tempo arrepiante, dolorosa e trágica. Enquanto um X é fincado para sempre em nossas memórias.