Crítica: impecável, “Drive” é a história de um cavaleiro solitário do asfalto

O Cavaleiro Solitário Durante o dia o protagonista divide seu tempo entre ser dublê-motorista de filmes e mecânico de oficina. Á noite dirige o carro de fuga para criminosos. Uma sinopse como essa daria algo entre um Grindhouse ou no máximo um filme de ação safado tipo Supercine. Mas estamos falando do…

Neoclássico, “Drive” não dá chance nem de piscar

Ryan Gosling é um cavaleiro solitário do volante no 'Cult Movie' deu a Nicolas Winding Refn o prêmio de melhor direção no Festival em Cannes.