Se Beber, Não Case! Parte II (2011)

blu
Se Beber, Não Case! Parte II (FOTO: Warner/divulgação)

Se Beber, Não Case! 2 (The Hangover 2, 2011) de Todd Phillips

O filme: tem a mesmíssima premissa do primeiro (um amigo vai casar, mas antes da cerimônia ele e seus amigos tomam um porre e acordam sem lembrar nada do que aconteceu), mas troca Las Vegas (EUA), por Bangcoc, na Tailândia.

E o exagero corre solto em situações absurdas que vão muito além do embaraço escatológico, do possível e impossível. Sim, prepare-se (ou não) para ver cenas fortes e ultrajantes, que vão além do gratuito. Só para constar, uma das mais leves é um nu frontal…

Porque assistir: seus personagens, o estranho e infantil Alan (Zach Galifianakis), o professor casado e canastra (Bradley Cooper), o dentista nerd (Ed Helms) e um oriental tresloucado (Ken Jeong), já são bem familiares, com seus trejeitos e loucuras usuais. Por isso fica fácil rir, pela proximidade gerada. Muitas piadas (fortes) funcionam, outras apenas chocam, geram um sorriso nervoso.

Melhores momentos: as revelações da noite de bebedeiras, ainda são capazes de provocar boas risadas. E Mr. Chow (Ken Jeong) vai além dos limites da loucura.

Pontos fracos: sim, “aconteceu de novo”, como brada um dos personagens… O segundo é uma repetição exagerada do primeiro, e sem o efeito surpresa aposta sempre no limite do aceitável (e muitas vezes não aceitável).

Portanto, para os mais pudicos é difícil rir com tamanho exagero. A comédia contém cenas que simulam sexo; consumo de álcool e drogas; criminosos; monges; travesti; strippers; mais sexo; mais álcool; mais drogas; um macaco fumante e tarado. E uma ressaca daquelas…

Na prateleira da sua casa: é importante destacar que o segundo, apesar de engraçadinho (e muito sacana), não é tão bom quanto o original, em grande parte pela ausência do fator surpresa e o frescor da novidade. Sim, ainda temos Mike Tyson e… As fotos (impublicáveis)!?

Termo vetor - segunda versão - DEITADA - 6

 

Extras: Bastidores & Entrevistas