Se Beber, Não Case! (2009)

se
Se Beber, Não Case! (FOTO: Warner/divulgação)

Se Beber, Não Case! (The Hangover, 2009) de Todd Phillips

O filme: quatro amigos vão à Las Vegas para uma despedida de solteiro. Brindam e vão para noite… Cassinos, farras, aventuras e mulheres. Certo? Bem, se eles se lembrarem de algo, talvez sim, quem sabe não.

E o pior, o quarto do hotel está detonado, tem um tigre (!) no banheiro, um bebê abandonado (!), um deles se casou (!), perdeu um dente (!) e o noivo (Justin Bartha) simplesmente sumiu!

Porque assistir: tente não estourar de rir com o gordinho e desajeitado Alan (Zach Galifianakis). Uma criança por dentro, rouba quase todas as cenas, seja com seu jeito estranho, seja com suas frases, completamente soltas.

Para completar tem o amigo casado (Bradley Cooper, jeitão canastra, mas que caiu bem) que busca a diversão perdida, o nerd (Ed Helms, ótimo) que é controlado pela namorada e uma stripper de bom coração (Heather Graham, linda e doce).

Melhores momentos: o bebê “Carlos”, Mike Tyson e a devolução do tigre, o carro de polícia, um oriental tresloucado (Ken Jeong), que arranca boas gaitadas com seu jeitinho dúbio e de sotaque bem exagerado… Ah, e não perca por nada as engraçadíssimas fotos durante os créditos finais.

Pontos fracos: um pouco de exagero em algumas piadas, principalmente as físicas.

Na prateleira da sua casa: piadas e situações absurdamente incríveis (e possíveis, pode acreditar) começam a desenrolar uma historinha simples, e completamente hilária, fazendo da comédia sua dose hilária como umas das mais descompromissadas risadas do ano. Prepare-se para uma ressaca, de risos.

Vencedor do Globo de Ouro de melhor filme (comédia ou musical).

Termo vetor - segunda versão - DEITADA - 9