‘O Grande Mestre’ é um dos melhores filmes de e sobre artes marciais de todos os tempos

“Nas artes marciais não existe certo ou errado, apenas o último homem de pé” (Ip Man).

O Grande Mestre (Yi dai zong shi/The Grandmaster, 2013) de Wong Kar Wai

O filme: fita biográfica, o drama de ação conta a história de vida do mestre das artes marciais Ip Man (Tony Leung). Mas quem é Ip Man? Somente “o” mestre que ensinou e treinou Bruce Lee.

A trama foca em como Ip Man se tornou realmente “o grande mestre”, em meio à guerra, problemas políticos entre países orientais, uma paixão platônica (Zhang Ziyi) e até tragédias familiares.

Porque assistir: Ip Man foi o mestre que ensinou artes marciais à Bruce Lee, mas a fita não conta essa parte de sua história e decide mostrar a construção de sua técnica e personalidade. A decisão é essencial para o filme, pois a obra favorece seu personagem principal e não tira a atenção do espectador com uma personalidade como Lee. Dele só se vê uma citação.

No elenco o protagonista é Tony Leung, habituê do diretor Wong Kar Wai. Seus créditos incluem Amores Expressos (1994), Cinzas do Passado (1994), Felizes Juntos (1997), Amor À Flor da Pele (2000) e 2046 – Os Segredos do Amor (2004). Atuou com sucesso em Herói (2002) de Zhang Yinou e Desejo e Perigo (2007) de Ang Lee.

A atriz Zhang Ziyi já atuou ao lado de Tony Leung em Herói (2002) e também foi dirigida por Kar Wai em 2046 – Os Segredos do Amor (2004). Concorreu ao Globo de Ouro de melhor atriz (drama) por Memórias de uma Gueixa (2005), e ainda tem currículos filmes como O Caminho para Casa (1999), A Hora do Rush 2 (2001), O Tigre e o Dragão (2001) e O Clã das Adagas Voadoras (2004).

Melhores momentos: todas as sequências de embates são incríveis. E a ‘vingança’ de Gog Er (Zhang Ziyi), vista e recontada em flashback merece aplausos.

Pontos fracos: inexistentes

Na prateleira da sua casa: indicado ao Oscar de melhor figurino e fotografia, o drama apresenta as coreografias mais impressionantes do cinema desde O Tigre e o Dragão (2001). A cada sequência, uma nova forma de se impressionar com a técnica minuciosa aplicada em todas os embates.

A obra prima de Wong Kar Wai (de Um Beijo Roubado, 2007) venceu praticamente todos os prêmios possíveis na Ásia, e foi eleito um dos melhores filmes estrangeiros do ano pelo National Board of Review. Na minha opinião, um dos melhores filmes sobre/de artes marciais de todos os tempos.

Assista O Grande Mestre e aprenda que “Nas artes marciais não existe certo ou errado, apenas o último homem de pé” (Ip Man).

 

'