Meu Namorado é um Zumbi (Warm Bodies)

Meu Namorado e Um Zumbi
Meu Namorado é um Zumbi (FOTO: Paris Filmes/divulgação)

Meu Namorado é um Zumbi (Warm Bodies, 2013) de Jonathan Levine

O filme: ao devorar o cérebro de Perry (Dave Franco), namorado de Julie (Teresa Palmer), o zumbi R (Nicholas Hoult) apaixona-se pela moça. No meio do ataque dos zumbis, R a salva e foge com ela.

O que era um mundo descolorido e onde a comunicação era a base de grunhidos, começa a tomar outro rumo.

Porque assistir: apesar do ponto de partida não convencional, a obra mescla com prazer romance, comédia e filmes de zumbi e está a fim de provar que o amor muda tudo. Capaz até de salvar o mundo da apocalipse zumbi, sejam eles os tradicionais ou aqueles devoradores de humanos compostos apenas de ossos.

WARM BODIES
Meu Namorado é um Zumbi (FOTO: Paris Filmes/divulgação)

Melhores momentos: as reflexões do protagonista e a mudança da cartela de cores/fotografia, aplicada diferentemente do começo ao fim do filme.

A comparação entre o zumbi real e o que é dito. A química entre Nicholas Hoult e Teresa Palmer, funciona bem.

Pontos fracos: John Malkovich como um militar durão e obcecado pelo controle da situação, no mínimo um estereótipo ambulante.

Na prateleira da sua casa: Eu não dava nadinha pelo filme, mas achei muito bem sacado e bacanudo. Surpreendentemente.

Antes que queiram comparar com o escopo de Crepúsculo… Esqueça, é muito melhor, aqui temos um filme. E é divertido.

Termo vetor   segunda versão   DEITADA   7