Livro “A Lenda de Aberlado” é uma aventura emocionante em plena Idade Média

A imaginação é uma das coisas mais presentes na vida de uma criança. Com uma mente livre de preocupações, os pequenos conseguem criar situações, lugares e até mesmo coisas. O protagonista do livro A Lenda de Aberlado, do escritor Dionisio Jacob, é um exemplo disso. No livro, o jovem fã de dragões vê os limites entre a fantasia e a realidade se encontrarem numa aventura emocionante em plena Idade Média.

A obra, publicada pela Edições SM e com as belas ilustrações de Rogério Coelho, conta a história de Abelardo, um garoto de 10 anos que não tem medo de sonhar. Tudo fica ainda mais emocionante na vida dele quando, em um dia qualquer, um intrigante mapa indicando onde vivem criaturas aladas, cai em suas mãos. O que acontece após isso é uma sequência emocionante, repleta de surpresas.

A lenda de Abelardo é uma narrativa rica em detalhes da época e que além de entreter o leitor, chama a atenção para questões da atualidade, como preservação ambiental e biodiversidade.

FICHA TÉCNICA
A Lenda de Abelardo
Autor: Dionisio Jacob
Ilustrador: Rogério Coelho
Coleção: Barco a Vapor – Série Laranja
Formato: 12 x 19 cm
Páginas: 264 Preço: R$ 42,00
ISBN: 978-85-418-1630-4

O autor

Dionisio Jacob nasceu em São Paulo, em 1951. Autor de novelas, romances e contos para jovens e adultos, é também ilustrador e arte-educador. Foi um dos fundadores do grupo de teatro Pod Minoga, além de roteirista de programas de TV infanto-juvenis da década de 1990, como Castelo Rá-Tim-Bum, Cocoricó e TV CRUJ. Recebeu prêmios importantes, como Menção Honrosa no prêmio Jabuti, em 2002, e Melhor Livro no concurso da UBE, em 2005. Pela SM, publicou também: A espada e o novelo, A flauta mágica, A fenda do tempo e Sonho de uma noite de verão.

O ilustrador

Rogério Coelho nasceu em São Paulo, em 1975. É ilustrador profissional desde 1997. Já ilustrou mais de sessenta livros de literatura infanto-juvenil, além de quadrinhos, revistas e didáticos. Recebeu diversos prêmios, como a exposição “Ilustrando em Revista” da Editora Abril e o prêmio Jabuti em 2012. Também foi finalista do prêmio Abril de Jornalismo na categoria ilustração, em 2011.