John Lennon estrelou filme que satirizava guerra em 1967. E foi um fracasso

Por Fernando Vasconcelos Benevides*

Filme estreou em outubro de 67 (Foto: Movie Posters)

Na minha primeira colaboração para o Clube Cinema escrevi sobre a o trabalho de Paul McCartney na composição da trilha sonora de The Family Way, de 1966. Na mesma época em que o baixista dos Beatles gravava as canções do filme, John Lennon também fazia uma contribuição para o cinema. Dessa vez, como ator! Porém, diferente dos filmes que tinha participado anteriormente (A Hard Day’s Night e Help!), ele interpretou um personagem fictício, e não o papel de si mesmo.

Estamos falando dos meses de setembro, outubro e começo de novembro de 1966, quando os Beatles concluíram uma exaustiva turnê mundial e decidiram tirar férias. Mais do que isso, a banda resolveu nunca mais realizar shows ao vivo. Durante o período de folga, Lennon participou das filmagens de How I Won the War (traduzido ao pé da letra no Brasil, Como Eu Ganhei a Guerra) realizadas em Hanover, na Alemanha, e na região de Almería, Espanha.

O filme em questão é um trabalho de Richard Lester, responsável pela direção dos dois primeiros musicais dos Beatles, A Hard Day’s Night (1964) e Help! (1965). Os dois longas estão entre as primeiras realizações de Lester para o cinema. Já How I Won the War é uma comédia que procura satirizar a Segunda Guerra Mundial. Ao contrário de The Family Way e sua trilha sonora, que ganharam prêmios e elogios, o filme estrelado por Lennon é decepcionante.

No livro O Diário dos Beatles, de Barry Miles, o autor registrou a seguinte citação de John Lennon: “Várias razões me levaram a fazer o filme: a) era um filme de Dick Lester e ele me convidou para fazê-lo; b) era um filme contra as guerras; c) eu não sabia como agir, pois os Beatles haviam parado com as turnês e achei que, se não fizesse nada e ficasse pensando a respeito, entraria em um buraco de onde não sairia por nove meses”.

O roteiro de How I Won the War se baseia no livro homônimo de Patrick Ryan. Ele narra as memórias de Ernest Goodbody (Michael Crawford), um fictício tenente do Exército Britânico responsável pelo comando da terceira tropa da quarta divisão de mosqueteiros, também fictícia. Ao deixarem a Inglaterra, eles desembarcam no norte da África, em 1942. De lá, seguem para a Alemanha, enfrentando diversas batalhas ao longo do caminho.

Tanto o tenente quanto os soldados são representados como trapalhões despreparados, numa forma de debochar do Exército e da própria Guerra. Ao estilo Dom Quixote, o protagonista acredita que é um grande líder, um herói. Mas, não tem qualquer moral perante os subordinados que apenas fingem que ele está no comando. A todo instante, o personagem é ridicularizado, ora caindo de um barco, de um carro em movimento ou passando ordens equivocadas.

Os soldados não são diferentes, aparecem como retardados que mal conseguem segurar os armamentos de combate. How I Won the War procura parodiar alguns filmes de guerra. Apesar de ser uma comédia, não consegue provocar qualquer risada ao longo de quase duas horas de exibição. Nem mesmo um sorrisinho no canto da boca. Por diversas vezes, os personagens fazem comentários para o público, falando direto para a câmera, quebrando a quarta parede.

Mais uma vez, o famoso humor britânico se mostrou sem graça. Com muita ideologia, mas com pouca diversão, o filme nunca recebeu críticas positivas na imprensa e só conseguiu atrair expectadores por conta da participação de John Lennon. Inclusive, o personagem dele, o soldado Gripweed, é só mais um dos mosqueteiros da tropa, não tendo relevância para o enredo. Mesmo sendo totalmente coadjuvante, ele é destaque nos cartazes do longa.

Quanto ao trabalho de Lennon como ator, pouco podemos avaliar, pois o personagem que interpretou é pouco expressivo e com falas bastante curtas. A Hard Day’s Night e Help! também são realizações fracas e que brilharam mais por conta de seus personagens famosos. Contudo, não devemos menosprezar a carreira de Richard Lester. O diretor tem no currículo vários prêmios, inclusive a Palma de Ouro de Cannes (A Bossa da Conquista, 1965), e é considerado o pai do vídeo clip.

A versão de Os Três Mosqueteiros de 1973 e duas edições do Superman (II em 1980 e III em 1983), além de O Retorno dos Mosqueteiros, de 1989, são alguns dos trabalhos mais conhecidos de Lester. Se você é muito fã de John Lennon e, por isso, quer ver How I Won the War, saiba que é possível. Em março de 2011, ele foi lançado em DVD pela MGM. Contudo, você corre o risco de ficar entediado e não querer mais assistir o filme até o final.

Curiosidades

Os óculos com lentes redondas e aro de metal, marca registrada de John Lennon, começaram a ser usados pelo músico por conta do personagem dele em How I Won the War.

A famosa canção dos Beatles, Strawberry Fields Forever começou a ser escrita por John Lennon em Almería, na Espanha, durante os intervalos das filmagens de How I Won the War.

Finalizada a produção, How I Won the War levou seis meses para ser lançado. Quando chegou aos cinemas, Richard Lester já estava trabalhando no longa Petulia, de 1968.

*Fernando Vasconcelos Benevides é jornalista e historiador.