Jennifer Garner afirma que atuar em “Milagres do Paraíso” inspirou sua vida

Quem não acredita em milagres? A estrela de Milagres do Paraíso (Miracles From Heaven), drama que entra em cartaz no Brasil dia 21 de abril, Jennifer Garner compartilha a importância dessa experiência para sua carreira e vida pessoal. Distribuído pela Sony Pictures a película mostra que “não existe outra força nesse universo igual a uma mãe determinada a salvar seu filho. Christy é feroz. Ela é como uma leoa e ela vira uma verdadeira campeã na busca da cura de sua filha”, comenta o produtor DeVon Franklin.

Portanto, encontrar uma atriz que daria tudo de si por uma complexa e brava atuação, sem deixar o público perder a conexão com ela seria uma tarefa muito árdua. Mas, a combinação perfeita estava na ganhadora do Globo de Ouro Jennifer Garner, conhecida por personagens fortes em produções como na série de TV Alias (2001~2006) e Clube de Compras Dallas (2013), além das comédias de sucesso Juno (2007) e De Repente 30 (2004). Além disso, esse era um papel diferente do que Garner já havia enfrentado – e ela mergulhou nele 100%.

Segundo a diretora, Patricia Riggen, “Jennifer tem três filhos que ama e logo entendeu a situação de Christy. A forma como ela retrata Christy a torna tão humana e tão real, que eu acho que é por isso que as pessoas irão se identificar com ela”.

Garner logo sentiu uma conexão inegável e potente com o papel. “De certa forma Milagres do Paraíso me escolheu”, explica. “Na noite em que li o roteiro eu praticamente não dormi. A história dessa família era tão tocante para mim e lembro-me de me sentir agradecida por minhas três filhas saudáveis estarem dormindo logo ali no fim do corredor”.

Essa ansiedade sumiu logo pela manhã, sendo substituída pelo sentimento de que ela faria o que fosse possível para que tudo funcionasse. “Eu acordei sabendo que precisava fazer isso”, relembra. “Era como se algo tivesse sido lançado para mim e eu disse ‘Sim’”.

Os cineastas estavam empolgados por terem dado o papel principal para Garner. DeVon Franklin diz: “Christy é a mãe dinâmica perfeita, que ilustra o espírito de devoção à família. Jennifer tem as mesmas qualidades. Ela pode ser uma grande estrela de Hollywood, mas sua prioridade número um são seus filhos. Esse combo de coração, candura, integridade e acessibilidade fazem a sua versão de Christy ser tão real”.

Conhecer Christy Beam só aumentou a inspiração de Garner. “Ver o mundo através dos olhos de Christy foi um presente para mim. Isso me deu perspectiva”, diz. “Essa é a primeira vez que passo tanto tempo com a pessoa que estou interpretando. E eu sabia que iria amá-la antes mesmo de conhecê-la. A força que ela mostrou é algo que almejo como mãe. Eu gosto da fé tranquila dela. Eu amo seu relacionamento com Kevin. E eu amo sua incrível e doce família”.

O questionamento de Christy sobre o quanto sua fé, ou o que seja, é suficiente para mantê-la de pé durante uma luta tão inesquecível, foi importante para Garner. “Para mim, é isso que torna essa história tão humana”, relata Garner. Confira essa cena inédita, aqui! “Você entende quando Christy, ao ver sua filha sofrer tanto, pensa alto ‘Espera aí, onde está você Deus?’. Mas acho que ela toma isso como um desafio e um compromisso de trabalhar duro para acreditar novamente”.

Como Christy, Garner começou a ver cada vez mais o quanto os pequenos e persistentes milagres ajudaram a família sobreviver, tanto quanto o acidente da árvore. “Eles tem esse grande milagre acontecendo em suas vidas, mas um milagre também é alguém como Angela aparecendo e se tornando uma amiga”, observa.

“Milagre é ver médicos saindo de suas rotinas para ajudar. Milagre é o amor resistente de uma família unida. Todos nós temos batalhas na vida, mas eu acredito que existem milagres em toda a parte – cada bebê que nasce, cada flor que floresce. Nós temos sorte de vivermos em um mundo cheio de belezas”.

Milagres do Paraíso (Miracles from Heaven, 2016) de Patricia Riggen. Estreia no Brasil dia 21 de abril. Elenco: Jennifer Garner, Kylie Rogers, Martin Henderson, Brighton Sharbino, Courtney Fansler, Eugenio Derbez e Queen Latifah.