“Dropz” reúne 61 contos de Rita Lee

*Guilherme Samora

Rita Lee é porreta. Uma escritora nata, uma poeta de coração cheio e uma contadora de histórias das maiores desse universo. Suas músicas – parte do imaginário coletivo – são histórias. Falam dela, da delícia – às vezes nem tanto – da loucura desse mundinho, de experiências, de amor. Histórias pelas quais ela passa ou que se passam em sua cabeça. E, no fim, quando a gente percebe, já se tornaram parte da vida de todo mundo.

O que a Globo Livros apresenta em Dropz são algumas histórias geniais escritas – dessa vez em prosa – pela rainha roqueira. E que só podiam sair daquela cabeça abençoada. São 61 contos. Ao ler, a gente já vai pensando: só pode ser coisa da Rita!

São tantos tipos… Um saci; uma menina que põe cabelo pela boca; uma casa bem-assombrada por três fantasmas impagáveis; a surpreendente história de um casal formado por uma setentona – que se vira nos procedimentos estéticos para parecer bem mais jovem – e de um jovem ator – que se vira nos mesmos procedimentos para ficar velhinho e provar o seu amor por ela (não darei mais spoilers. Mas digamos que as transformações não param por aí); uma gótica trevosa contra tudo e contra todos que se vendeu ao sistema; uma tattoo caveira consciente de tudo o que acontece à volta de “seu” braço; São Francisco; os que odeiam a segunda-feira e até um comitê que odeia a reforma ortográfica. Uma coisa é certa: você vai sair achando que poderia ser amigo de alguns deles. Quem sabe, até mesmo ser um deles!

A capa é um show à parte: assim como em sua autobiografia, um dos maiores sucessos editoriais do país, a criação também foi da roqueira. Para o Dropz, ela utilizou um autorretrato, pintado em 1997, presente dela para o marido, parceiro musical e pai de seus três filhos, Roberto de Carvalho.

O jeito de escrever de Rita, as ideias, o ritmo e a verve formam um conjunto delicioso. E os tipos que ela experimenta nessas histórias contam tanto! Seja uma luz, algo engraçado, algo festivo, algo real. Essa é a beleza dos contos. A diversidade. Diverso como a vida, diverso como um pacote de drops. Ora azedinho, ora doce, melado, ora amargo. E quem conhece não se esquece: o Dropz de Rita é com Z.

*Guilherme Samora é jornalista e estudioso do legado cultural de Rita Lee.

Ficha técnica

Título: Dropz | Autor: Rita Lee | Gênero: Ficção/Contos | Páginas: 272 | Formato: 16cm x 23cm | ISBN: 9788525065124 | Editora: Globo Livros | Preço sugerido: R$44,90