Documentário ‘Blackfish’ mostra a verdade brutal por trás do SeaWorld

Blackfish (1)
“Blackfish – Fúria Animal” em DVD e Blu-ray (FOTO: Universal/Paramount)

Blackfish – Fúria Animal (Blackfish, 2013) de Gabriela Cowperthwaite

O filme: em 24 de fevereiro de 2010, a experiente treinadora Dawn Brancheau é atacada pela baleia orca Tilikum com quem fazia um show no SeaWorld. O caso teve repercussão mundial e levantou questionamentos sobre as condições que os animais viviam em cativeiro e a segurança dos próprios treinadores ao dividirem a mesma piscina com eles durante os shows. O documentário investiga o histórico dos shows com baleias orca em parques aquáticos, mostrando que acidentes deste tipo não são tão raros assim.

Porque assistir: documentário contundente sobre que acontece por trás do “show” da SeaWorld, parque aquático que faz parte dos passeios “obrigatórios” dos turistas que vão aos complexo Disney Wold, em Orlando. Mas obrigatório mesmo é conferir essa pequena pérola cinematográfica, brutal e meio.

Voltar até a década de 70 para descobrir desde de onde vêm as orcas até como elas são “armazenadas” e reproduzidas em cativeiro, de uma realidade devastadora.

Gabriela Cowperthwaite
A diretora Gabriela Cowperthwaite é brasileira (FOTO: Universal/Paramount)

Melhores momentos: as sequências reais dos ataques das orcas contra seus adestradores; declarações de funcionários do SeaWorld em tours, sendo desmentidos em suas falas; as entrevistas de ex-funcionários desvendando o que acontecia nos parques e sua vergonha por fazer parte daquilo; partes do julgamento – retratados em forma de storyboards; os extremos de pegar comerciais do SeaWorld com o que realmente acontece com suas “atrações”; a beleza de admirar os animais em seu habitat natural.

Pontos fracos: inexistentes.

Na prateleira da sua casa: infelizmente Blackfish não conseguiu ser indicado ao Oscar de melhor documentário, e há quem diga que foi uma decisão política da indústria. Extremamente verdadeiro, causou rebuliço e gerou uma repercussão negativa aos parques aquáticos retratados. Uma curiosidade é que a diretora, Gabriela Cowperthwaite, é brasileira.

O doc foi reconhecido pelo prêmio independente Satellite Award e indicado ao BAFTA de melhor documentário.

Disponível em DVD, Blu-ray e no Netflix, é uma obra que merece ser colecionada.

Termo vetor - segunda versão - DEITADA - 10