Descubra 20 curiosidades nos 20 anos de Waterworld – O Segredo das Águas (1995)

/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/14/2015/08/waterworld poster
“Waterworld” completa 20 anos (Foto: Universal)

[tribuna-veja-tambem id=”9161″ align=”alignleft”]A produção foi repleta de problemas. Sets destruídos por tempestades, diretor abandonando literalmente o barco, astro em rota de colisão com o estúdio, corte de 40 minutos do filme, orçamento estourado, vilão estereotipado (Dennis Hopper) comparações com Mad Max… Não foi nada fácil fazer acontecer Waterworld (1995), que ganhou de subtítulo no Brasil “O Segredo das Águas”.

E para marcar os 20 anos de sua estreia, o Tribuna do Ceará revela 20 curiosidades da ficção-científica que quase afundou a carreira de Kevin Costner, e que hoje é visto como um trash movie bem divertido, ao estilo de quanto pior, melhor. Divirtam-se:

1. Roteiro original:
Escrito por Peter Rader e David Twohy, o filme originalmente foi concebido em 1986, mas realizado somente em 1995;

2. Dobradinha:
O filme foi um reencontro entre o diretor Kevin Reynolds e o astro Kevin Costner, que fizeram juntos o sucesso de bilheteria Robin Hood: O Príncipe dos Ladrões (1991);

3. Divergências:
O diretor entrou em atrito com seu astro, e devido à problemas criativos abandonou o filme, duas semanas antes da conclusão das filmagens;

4. Diretor substituto:
Ele não foi creditado, o vencedor do Oscar de melhor filme e direção por Dança com Lobos (1990), Kevin Costner, assumiu a direção do longa até o fim das filmagens;

5. Set destruído:
Um dos principais cenários do filme, a colônia dos escravos, foi destruída e afundou no mar após uma violenta tempestade, tornando-a inutilizável para a produção. O acidente causou atraso no andamento do filme, e custos extras com sua reconstrução;

6. Orçamento estourado:
Orçamento inicial era na casa dos US$ 100~120 milhões, mas bateu a casa de US$ 175 milhões ao fim da produção, se tornando até a estreia de Titanic (1997), como a produção mais cara da história;

7. Estreias:
Waterwolrd estreou nos EUA no dia 28 de julho de 1995 e chegou aos cinemas do Brasil em 22 de setembro de 1995;

8. Filme #1:
Estreou como filme #1 das bilheterias dos EUA, com US$ 21,1 milhões no final de semana de abertura, porém só alcançou um total de US$ 88,2 milhões nos cinemas ianques. Levantou outros US$ 175,9 milhões ao redor do mundo, totalizando pouco mais de US$ 264,2 milhões e é considerado um fracasso;

9. Fracassos:
Waterworld foi o 4º filme em sequência de Kevin Costner que fracassara nas telonas. Antes dele, números baixos para A Árvore dos Sonhos (1994), Wyatt Earp (1994) e Um Mundo Perfeito (1993). Após a ficção ele ainda iria se dar mal dirigindo e atuando em O Mensageiro (1997), outra sci-fi apocalíptica;

10. Mensagem subliminar:
Repare que logo no início do filme, aparece uma brincadeira com o logotipo da Universal, com as calotas polares do globo derretendo e os continentes submergindo;

11. Pouco trabalho:
Após Waterworld, o diretor Kevin Reynolds passou dois anos sem trabalhar e nunca mais assinou uma superprodução. Seus filmes seguintes são 187: O Código (1997), O Conde de Monte Cristo (2002) e Tristão & Isolda (2006);

12. Trégua:
O diretor Kevin Reynolds reencontrou Kevin Costner ao voltar a dirigi-lo na minissérie de TV Hartfields & McCoys (2012);

13. Vilões:
Mesmo com muita água à disposição, os vilões do filme, os chamados Smokers, vivam sempre sujos e encardidos. O malvado-mor é ninguém menos que Dennis Hopper;

14. Comparação:
Sua trama foi duramente comparada como uma versão invertida do também pós-apocalíptico Mad Max , que ao invés de areia, tinha uma imensidão de água no horizonte;

15. Atração:
Em uma visita ao Universal Studios, em Hollywood, é possível ver um show de dublês nomeado Waterworld com cenário e ação do clímax da trama reencenada por cerca de 20 minutos;

16. Games:
Waterworld também teve versões em games baseadas no filme. A aventura foi lançado em três plataformas diferentes: Super Nintendo, PC e Virtual Boy;

17. Indicações:
Indicado ao Oscar de melhor som e ao BAFTA de melhor efeitos especiais;

18. Framboesa:
Indicado ao Framboesa de Ouro de Pior Filme, Pior Diretor (Kevin Reynolds) e Pior Ator (Kevin Costner), venceu como Pior Ator Coadjuvante (Dennis Hopper);

19. Versão estendida:
A emissora americana ABC, chegou a exibir uma versão estendida de Waterwolrd, com 40 minutos a mais da versão que foi exibida nos cinemas. Para agradar os produtores e chefões do estúdio, as cenas foram cortadas por ordem de Kevin Costner, contra a vontade inicial do diretor Kevin Reynolds. Os minutos adicionais explicam com maior clareza o relacionamento entre os personagens Mariner e Helen e ainda o segredo em torno da origem de Terraseca;

20. Netflix:
Ficou curioso de (re)ver o trash movie? Ele está no catálogo do Netflix.