De olho no Oscar, distribuidora nacional acena estreia do independente “Lady Bird”

A atriz Greta Gerwig se revela uma nova voz no cenário cinematográfico com sua estreia a frente da direção de “Lady Bird – A Hora de Voar” (Lady Bird, 2017). E de olho no Oscar, a Universal Pictures – que distribuirá o filme no Brasil – acaba de acenar para a sua estreia, ainda sem data prevista, mas que chega aos nossos cinemas ainda no início de 2018.

Protagonizado por Saoirse Ronan, indicada ao Oscar de Melhor Atriz por sua atuação em Brooklyn (2016), o filme já conta com mais de 187 críticas positivas no Rotten Tomatoes, se tornando a produção mais bem avaliada pela imprensa norte-americana neste site desde “Toy Story 2”. Em cartaz em pouco mais de 1 mil cinemas, relativamente pequeno para os padrões americanos, o sucesso se reflete na bilheteria que já acumula mais de 17 milhões de dólares nos EUA, e a terceira melhor média de público por sala.

Situada em Sacramento, na California, “Lady Bird – A Hora de Voar” é um olhar sob as relações que nos moldam, as crenças que nos definem e a beleza ímpar de um lugar chamado lar. Transitando entre humor e emoção, o filme apresenta a relação turbulenta entre mãe e filha. Adolescente, Christine (Saoirse Ronan) luta contra, mas é exatamente como sua mãe (Tracy Letts), uma enfermeira descontrolavelmente amável, profundamente teimosa e obstinada que trabalha incansavelmente para manter sua família depois que o pai (Laurie Metcalf) perde o emprego.

Confira o trailer legendado: