Biografia romanceada destaca o protagonismo feminino de Carlota Joaquina

Chega às livrarias o romance biográfico de uma das figuras mais emblemáticas da história de Portugal e do Brasil, a rainha Carlota Joaquina de Borboun (1775-1830). O livro Memórias de Carlota Joaquina: A amante do poder, do historiador Marsílio Cassotti, autor do best-seller A biografia íntima de Leopoldina, retrata os principais episódios de sua vida.

Com base em documentos históricos e testemunhos de quem conviveu diretamente com a “princesa rebelde”, a obra apresenta uma Carlota que, em primeira pessoa, expõe as intrigas políticas da família, a fuga dos Bragança para terras brasileiras, o casamento aos dez anos de idade com Dom João VI e a relação com o mulherengo Dom Pedro.

Além disso, a obra trata de sua misteriosa lealdade a Portugal durante a traiçoeira Guerra das Laranjas e dos rumores sobre os seus amantes. As intenções de ser coroada rainha em Buenos Aires e a sua recusa em jurar a Constituição liberal também são destaques no livro.

Diante das ameaças da Revolução Francesa, Carlota buscou o protagonismo nos assuntos públicos, desagradando aqueles que não aceitavam a participação feminina nos negócios. O foco do historiador Marsilio Cassotti é, justamente, demonstrar a coragem e a valentia desta mulher, que ansiava o poder direto sobre as ações políticas, característica não muito bem vista às mulheres da época.

Sobre o autor

Marsilio Cassotti estudou Ciências Políticas com especialização em Relações Internacionais na Universidade Católica de Buenos Aires, e Língua Francesa no Instituto Católico de Paris. Há mais de vinte anos estuda o empoderamento feminino na História. No Brasil, publicou A biografia íntima de Leopoldina, pela Editora Planeta, já em terceira edição.

Serviço:

Ficha Técnica: Memórias de Carlota Joaquina: a amante do poder | Autor: Marsilio Cassotti | 328 páginas | Editora Planeta | Preço sugerido: R$ 49,90

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *