15 curiosidades nos 15 anos de O Tigre e o Dragão (2000)

/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/14/2015/10/Crouching
“O Tigre e o Dragão” completa 15 anos (Foto: Sony)

Por onde passou, O Tigre e o Dragão (Crouching Tiger, Hidden Dragon/Wo hu cang long, 2000) causou rebuliço. Escalado para participar da Seleção Oficial de Cannes, ficou pronto apenas duas semanas antes do festival francês e foi recolocado para exibições fora de competição. Saiu de lá consagrado pela crítica e público presente. O fato foi replicado por todos os outros países que estreou. E isso já aconteceu há 15 anos.

A história foca em duas mulheres, ambas exímias lutadoras, cujos destinos se tocam em meio a Dinastia Ching.[tribuna-veja-tambem id=”9666″ align=”alignright”]

Uma tenta se ver livre do constrangimento imposto pela sociedade local, mesmo que isso a obrigue a deixar uma vida aristocrática por outra de crimes e paixão. A outra, em sua cruzada de honra e justiça, apenas descobre as consequências do amor tarde demais. Os destinos de ambas se cruzam em uma surpreendente jornada de sangue, artes marciais e uma espada, chamada “destino verde”.

As coreografias espetaculares impressionam (do mesmo mestre Yuen Woo-Ping, de Matrix) e entregam um tom fantástico ideal para a história.

Seu sucesso abriu caminho para outras produções similares, todas made in Oriente. Herói (2002), O Clã das Adagas Voadoras (2004), O Mestre das Armas (2006) são similares com suas histórias de ação e até romance. Houve espaço também para as comédias de artes marciais, Kung Fu Futebol Clube/Shaolin Soccer (2001) e O Mestre da KungFusão (2004).

E 15 anos depois de Ang Lee conquistar o mundo com sua aventura, o Tribuna do Ceará lista 15 curiosidades sobre a premiada produção. Confira:

1. A produção é totalmente falada em mandarim e foi inteiramente filmado na China, em locações;

2. A produção custou apenas U$ 17 milhões e rendeu um total de U$ 213,5 milhões ao redor do mundo. Nos EUA é o filme de língua não-inglesa de maior bilheteria da história, tendo arrecadado U$ 128 milhões;

3. O filme é baseado no 4º romance de uma série de cinco livros do escritor chinês Wang Du Lu;

4. Além do filme, o romance gerou uma série de TV taiwanesa (com 34 episódios), uma HQ chinesa (manhua) e um game de mesmo título;

5. O contexto histórica da trama marca em 1644 a invasão manchu sobre a China, que representou a transição da dinastia Ming para a King (Ching ou Tsing), a última dinastia imperial;

6. O filme estreou no dia 7 de junho em Taiwan. Nos EUA debutou no NY Film Festival, no dia 9 de outubro. No Brasil chegou aos cinemas em 16 de fevereiro de 2001;

7. É o primeiro e único filme de artes marciais de Ang Lee, conhecido por dramédias como A Arte de Viver (1992), Banquete de Casamento (1993), Comer Beber Viver (1994), e também pelo drama Tempestade de Gelo (1997) e o romance Razão e Sensibilidade (1995);

8. O cineasta Ang Lee venceu o Globo de Ouro e foi indicado ao Oscar de melhor diretor pelo filme, mas não levou. Contudo venceu a estatuetas por O Segredo de Brokeback Mountain (2005) e repetiu o prêmio em As Aventuras de Pi (2012);

9. O título vem de dois dos nomes dos personagens: Lo e Jen. O nome de Lo é Luo Tsiao Huu/Hsiao Hu significa “pequeno tigre”. O nome de Jen é Yu Jiao Long/Jiao Longo significa “dragão delicado”;

10. Após o filme, as atrizes Zhang Ziyi e Michelle Yeoh atuaram juntas novamente no drama Memórias de uma Gueixa (2005);

11. Um dos personagens principais da história não é uma pessoa, mas um objeto: a espada chamada “destino verde”;

12. Escolhido por Taiwan para ser o seu representante na categoria de filme estrangeiro, a produção ganhou o Oscar de melhor filme estrangeiro;

13. Além da estatueta de filme estrangeiro o filme concorreu também a categoria principal do Oscar (melhor filme), perdendo o prêmio para Gladiador (2000);

14. A aventura venceu um total de 98 prêmios internacionais e obteve outras 124 indicações;

15. A Netflix produziu uma continuação 16 anos depois, chamada O Tigre e o Dragão: A Lenda Verde (Crouching Tiger Hidden Dragon II: The Green Legend) de Yuen Woo-Ping, a ser lançada no dia 8 de fevereiro de 2016.

Confira a foto-galeria (clique nas fotos para ampliar):