12 atos de má educação comuns no cinema

celular-ligado-no-cinema-shutterstock
Certamente isso já aconteceu com você (Foto: arquivo shutterstock)

Você sai de casa, vai ao cinema, escolhe o filme, compra o ingresso e… Não consegue ver o filme? Pois é, e o pior, não por causa de nenhum defeito técnico do cinema ou do filme, o problema são as pessoas, que insistem em ser mal educados pelo simples prazer de não se importar com as outras pessoas. O Clube Cinema lista 12 itens infelizmente corriqueiros em uma sala de cinema e que, com certeza, já aconteceu com você em algum momento da sua vida.

Furar fila
– Seja para comprar ingresso, comprar pipoca ou entrar na sala, tem gente que ainda acha bonito furar fila descaradamente.

Lugar marcado?
– Você escolhe sua fila e o número da sua cadeira, mas quando entra na sala, tem alguém no seu lugar, que supostamente seria marcado. Pior, ainda acham ruim porque reclamamos ou apenas pedimos a nossa humilde cadeira de volta.

Atrasados
– E aquela galera que adora chegar com o filme já rolando, bem atrasadinha mesmo? Nem se importam se estão tão somente na sua frente, atrapalhando a visão da tela de cinema. Preocupação passou foi longe aqui.

Pipoca (e outros coisinhas)
– Sim eu sei que pipoca combina com cinema, mas que tal mastigar feito um ser humano e não como um bicho? Boca aberta e comer desesperadamente faz muito barulho, sabia? O mesmo vale para salgadinhos e seus barulhos que incomodam.

Pés da na cadeira da frente
– Por que as pessoa insistem em pendurar as pernas nas cadeiras da frente pelo simples fato de não ter ninguém nelas? Por favor, não coloque os pés nas cadeiras, é MUITA falta de educação e nada bonito. Chutar também incomoda. E muito.

Comida fedorenta
– O cara entra com uma pizza gigante debaixo do braço, como se estivesse na sala de casa. No primeiro pedaço dá para saber até qual o sabor por causa do cheiro. Ou que tal aquele casal (ou grupo de amigos) que vem com um kit lanche e saca sanduíche, batatinhas, sachés de mostarda e ketchup, e empesteiam o ambiente com aquele odor de isopor com molho de vômito. Já ouvi relatos também de gente com um galeto no cinema. Isso mesmo, um frango inteiro, no meio da sala. Precisa comentar?

Conversas durante o filme
– Pessoas conversando antes e durante o filme. Já ouvi uma pessoa explicando o filme inteiro para outra, e alto. Será que elas não se tocam que existem outros no recinto e que não querem ser incomodadas? Simples, basta conversar quando o filme acabar.

Celular ligado durante o filme
– Quando já não começam tirando selfie antes do filme, há também o problema do celular nervoso. Nada de silencioso. E eles tocam durante o filme. Pior, as pessoas atendem, como se nada estivesse acontecendo. Peça silêncio para você ver, acham ruim.

Whatsapp, Instagram, Facebook…
– Você está lá, todo concentrado e na melhor parte do filme, a pessoa bem da sua frente saca o celular e começa a trocar mensagens de whatsapp, curtir fotos no instagram, e comentar a postagem no facebook. E ainda mostra para o namorado e comenta em voz alta, “olha que lindo”… Pois é.

Gritaria
– Em fitas de horror, que já não assustam mais, os mais novos gostam mesmo é de gritar (bem alto), rir das situações absurdas do filme, e claro, atrapalhar o resto do cinema. Nas estreias de filmes como Harry Potter, Crepúsculo, Os Vingadores gritar enlouquecidamente parecia ser mais importante que ver os filmes. E tem Star Wars no final do ano.

Amor
– E aqueles casais que vão ao cinema para ficar se agarrando loucamente? Psiu, o filme está passando na tela… Nem se importam. Romance, ação, comédia, tem tudo ali naquele agarrado, menos o compromisso de ver o filme. Se pagam para entrar em uma sala com ar condicionado escura apenas para ficar assim, que tal escolher um local mais apropriado que não atrapalhe mais ninguém?

Filme legendado/comentário e explicação
– Sempre tem aquelas pessoas que não conseguem acompanhar a velocidade normal das legendas e a ação do filme. O que acontece? Pergunta pro amigo o que aconteceu, o que o personagem disse… Claro, em voz alta, pois sussurrar parece ser inconcebível.

Comments are off

  1. http://M. 2 de março de 2017 at 23:08

    ISSO NÃO É NADA PERTO DE RESPONSÁVEIS QUE LEVAM CRIANÇAS PARA FILMES COM CENSURA DE 16 ANOS (LEGENDADO AINDA POR CIMA) E SE ACHAM NO DIREITO DE NÃO SAIR DA SALA MESMO COM A CRIANÇA GEMENDO E GRITANDO O FILME TODO ALEGANDO QUE ELA É AUSTISTA. NÃO EXISTE LEGISLAÇÃO NO CINEMA PARA ISSO, E ESTÁ SE TORNANDO UM TRANSTORNO CADA VEZ MAIS COMUM. BEBÊS CHORANDO EM FILMES DE ADULTO, PESSOAS NO DIREITO DE INCOMODAR O DIREITO AO LAZER DOS OUTROS, E O PIOR: O CINEMA NÃO PODE FAZER NADA SOBRE ISSO POIS A PESSOA PAGOU E TEM O DIREITO DE ENTRAR ATÉ COM CACHORRO SE FOR PRECISO.


Comments are closed.

'