11 curiosidades nos 70 anos de David Lynch

/home/tribu/public html/wp content/uploads/sites/14/2016/01/d.l.
David Lynch faz 70 anos (Foto: TP/divulgação)

Nascido em 20 de janeiro de 1946, David Keith Lynch é o cineasta do bizarro tido como indecifrável até por ele mesmo. Sua marca autoral é o originalidade com que trata mistérios e provocações dos sonhos.

Criador da seminal série “Twin Peaks” em idos dos anos 90, Lynch completa sete décadas de genialidade. Para celebrar o mestre da loucura, o Tribuna do Ceará elenca 11 curiosidades nos seus 70 anos. Divirtam-se:

1. Reconhecimento em prêmios
O diretor americano tem 45 prêmios internacionais e outras 55 indicações. Entre os principais ganhou a Palma de Ouro em Cannes (Coração Selvagem, 1990), concorreu ao Oscar de melhor diretor por três vezes (Cidade dos Sonhos, 2001; Veludo Azul, 1986; O Homem Elefante, 1980) e ganhou um Leão de Ouro em Veneza pela carreira;[tribuna-veja-tambem id=”10990″ align=”alignright”]

2. Revolucionou a TV
Lançou a série Twin Peaks (1990~1991), grande vencedor do Globo de Ouro (melhor série-drama; ator e atriz coadjuvante). Com o projeto, se notabilizou por plantar uma mudança radical na TV, de ter produtos originais adultos e imaginativos, só vistos no cinema. Com previsão de 18 episódios, a série Twin Peaks voltará à TV em 2017, com total envolvimento criativo de David Lynch;

3. De 1977 a 2006 
O diretor tem nove longa-metragens no currículo: Eraserhead (1977); O Homem Elefante (1980); Duna (1984); Veludo Azul (1986); Coração Selvagem (1990); Twin Peaks: Os Últimos Dias de Laura Palmer (1992); Estrada Perdida (1996); Cidade dos Sonhos (2001); e Império dos Sonhos (2006);

4. Recusou Star Wars
O diretor recusou o convite de dirigir O Retorno de Jedi (1983), sexto capítulo da saga de Star Wars, para adaptar a ficção-científica Duna (1984). No projeto, a dedicação foi total, e durou três anos até a estreia no cinema. O filme fracassou.

5. Acertou com um erro
Frank Silva, o ator que interpretou Bob, o assassino de Twin Peaks, foi escolhido após aparecer no espelho de uma das cenas da série por um erro técnico. Lynch adorou o visual assombrado e o contratou;

6. Passou mal com quatro cigarros
Laura Dern passou mal durante as filmagens de Coração Selvagem (1990), devido a um pedido do diretor, para que ela tentasse fumar quatro cigarros de uma só vez e realizasse uma longa tragada para uma cena do filme;

7. Easter eggs
Em uma das sequências de Cidade dos Sonhos (2001), dentro do “Clube Silêncio”, pode-se ver Laura Palmer e Ronnette Pulaski, as duas mulheres violadas no piloto de Twin Peaks;

8. Herdeira
Sua primogênita, Jennifer Chambers Lynch, estreou no cinema de forma tao bizarra quanto o pai: Encaixotando Helena (1993), estrelado por Sherilyn Fenn e Julian Sands. A obra mistura doses de sonho, sexo e violência;

9. Artes & Pintura
Antes de se notabilizar como cineasta, Lynch estudou Artes & Pintura, na Pennsylvania Academy of the Fine Arts (PAFA). Lá, em 1967 assinou um trabalho híbrido (“Six Men Getting Sick” ou “Seis Homens Adoecendo”), combinando pintura em tela, misturando com a escultura, o som, o filme e a instalação;

10. Exposição
Em 2014, lançou a exposição “David Lynch: The Unified Field”. O projeto une 90 obras, feitas entre 1965 e 2014. A maior parte do material mostra os primeiros ensaios artísticos do pré-cineasta, muitos deles revelados pela primeira vez ao grande público. São pinturas, instalações, esculturas e outras artes que se confundem no universo Lynch.

11. Café 
David Lynch é apaixonado por café. Por isso mesmo tem uma marca orgânica com o seu nome, o “David Lynch Signature Cup”. Entre os blends, há três tipos diferentes de grãos torrados, o “Organic Expresso”, “Organic House Roast” e “Organic Decaf French Roast”;