10 produções originais Netflix com grandes protagonistas femininas

Entre filmes e séries, separamos 10 dicas de produções originais Netflix para você curtir no conforto na sua casa.

Marcella (Idem, Série de TV, 1 Temporada: 2016): Marcella Backland (Anna Friel) é uma detetive aposentada que é chamada de volta á linha de frente quando as características peculiares de uma série de assassinatos fazem parecer que um assassino que escapou de ser pego 11 anos antes voltou á ativa. A trilha de sites de relacionamento online, prostituição e negócios obscuros que ela encontra parece ser de responsabilidade da família Gibson, os magnatas do mercado imobiliário que empregam o marido afastado de Marcella, dificultando a reconciliação do casal.

Já Não Me Sinto em Casa Nesse Mundo (I Don’t Feel at Home in This World Anymore, 2017) de Macon Blair. Sinopse: Quando uma mulher deprimida (Melanie Lynskey) é roubada, ela passa a viver com o propósito de rastrear os ladrões, ao lado de seu vizinho detestável.

Rita (Série de TV, 3 Temporadas, 2012~): Independente, sincera e adorada pelos alunos, a professora Rita (Mille Dinesen) não se dá tão bem com os adultos nesta comédia dramática dinamarquesa.

Santa Clarita Diet (Idem, Série de TV, 1 Temporada: 2017): Sheila (Drew Barrymore) e Joel (Timothy Olyphant) são dois corretores de imóveis que compartilham muito mais do que a mesma profissão. Casados e com uma filha adolescente, eles estão descontentes com a vida que levam em Santa Clarita, no subúrbio de Los Angeles. O destino deles começa a mudar quando Sheila passa por uma mudança radical em sua dieta.

Tallulah (Idem, 2016) de Sian Heder. Sinopse: Uma garota pobre e extremamente independente, Lu (Ellen Page) vive em uma van. Ao impulsivamente “resgatar” o bebê de uma mãe negligente, ela recorre ao único adulto responsável que conhece: Margo (Allison Janney).

Orphan Black (Série de TV, 5 Temporadas): Depois de presenciar o suicídio de uma mulher (que é exatamente como ela) em uma estação de trem, Sarah Manning (Tatiana Maslany) faz o que qualquer um faria: assume a identidade da suicida para tentar resolver os próprios problemas financeiros. Mas logo ela descobre que está no centro de um mistério que vai mudar sua vida, quando se vê cara a cara com mais três mulheres idênticas a ela. Todas são clones, e precisam salvar as próprias peles enquanto tentam descobrir quem são os responsáveis pelos experimentos genéticos.

O Tigre e o Dragão: A Espada do Destino (Crouching Tiger, Hidden Dragon: Sword of Destiny, 2016) de Wo-Ping Yuen. Sinopse: Dezoito anos após a morte de Li Mu Bai, Yu Shu Lien (Michelle Yeoh) é chamada para ajudar a proteger a espada do destino. Forjada na dinastia Qin e repleta de detalhes esverdeados, ela possui a fama de ser a mais poderosa espada de sua época e é agora alvo de Hades Dai (Jason Scott Lee), um perigoso déspota local que envia o jovem Tiefang (Harry Shum Jr.) para roubá-la. O que ele não contava era que a espada seria também protegida por Snow Vase (Natasha Liu Bordizzo), uma jovem de passado misterioso, e Silent Wolf (Donnie Yen), que possui uma forte ligação com Shu Lien.

Grace & Frankie (Série de TV, 2 Temporadas): Grace (Jane Fonda) e Frankie (Lily Tomlin) estão encarando a temida “3ª idade”, mas não da forma que imaginavam. Quando os seus respectivos maridos revelam que estão apaixonados um pelo outro, e planejam se casar, a vida delas é virada de cabeça para baixo. Agora, elas estão ligadas eternamente por esse acontecimento e, já rivais, descobrirão que podem ter que tomar conta uma da outra.

Divinas (Divines, França, 2016) de Houda Benyamina: Sinopse: Em um gueto, uma comunidade verdadeiramente carente, o tráfico local se confunde com a religião. Dounia (Oulaya Amamra), uma jovem que mora na comunidade, decide tentar vencer na vida, seguindo os padrões do lugar onde mora: ou seja, ela pretende se tornar uma traficante tão reconhecida e poderosa quanto Rebecca. Para isso, ela terá a ajuda de Maimouna (Déborah Lukumuena), sua melhor amiga. No entanto, a verdade é que Dounia não sabe onde está se metendo. Indicado ao Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro (França).

Jessica Jones (Idem, Série de TV, Temporada 1: 2015): Desde que sua curta vida como super-heroína acabou de forma trágica, Jessica Jones (Krysten Ritter) vem reconstruindo sua carreira e passou a levar a vida como detetive particular no bairro de Hell’s Kitchen, em Nova York, na sua própria agência de investigações, a Alias Investigations. Traumatizada por eventos anteriores de sua vida, ela sofre de Transtorno de Estresse Pós-Traumático, e tenta fazer com que seus super-poderes passem despercebidos pelos seus clientes. Mas, mesmo tentando fugir do passado, seus demônios particulares vão voltar a persegui-la, na figura de Zebediah Kilgrave (David Tennant), um obsessivo vilão que fará de tudo para chamar a atenção de Jessica.